j

"RELAXE E DURMA NO BARCO"

Posted by JUCIARA OLIVEIRA - -


(Marcos 4:37-41) De repente,começou a soprar um vento muito forte,e as ondas arrebentavam com tanta força em cima do barco,que ele já estava ficando cheio de água. Jesus estava dormindo na parte de trás do barco,com a cabeça numa almofada.Então os discípulos o acordaram e disseram: 
- Mestre! Nós vamos morrer! O senhor não se importa com isso? Então ele se levantou,falou duro com o vento e disse ao lago: 
- Silêncio! Fique quieto! O vento parou,e tudo ficou calmo. Aí ele perguntou: 
- Por que é que vocês são assim tão medrosos? Vocês ainda não tem fé? 
E os discípulos,cheios de medo,diziam uns aos outros: 
- Que homem é este que manda até no vento e nas ondas?!

Diante de uma situação de perigo ou emergência,saber o que fazer,exercer os primeiros socorros é fundamental para salvar a própria vida   e também outras vidas. 
Existe um momento na vida onde estamos no cenário perfeito no mar da vida...
De repente, a brisa começa a tocar o nosso rosto,o vento fica mais forte transformando-se em uma tempestade
Uma tempestade pode ser qualquer circunstância que vem para nos abalar,para mexer com a nossa estrutura de alguma forma; 
O barco é a nossa vida;
A água entrando no barco é quando deixamos as circunstâncias entrarem no nosso interior,abalando a nossa alma,o nosso emocional;
A almofada onde Jesus dormia é o nosso espírito descansando em Deus,na poderosa Palavra de Deus,o nosso lugar seguro em toda e qualquer circunstância da vida.
Uma tempestade é algo que causa tumulto,barulho e desespero;a tempestade em si,junto com os discípulos desesperados,não foram capazes de acordar o Mestre Jesus que estava dormindo na parte detrás do barco. A tempestade estava acontecendo lá fora,e não havia entrado na alma de Jesus,porque ele estava no lugar de descanso em Deus.Os discípulos tiveram que ir acordá-lo.
Os discípulos que andavam lado a lado com Jesus e já haviam presenciados tantos milagres,não conheciam Aquele que estava sempre ao seu lado;não consideraram a presença do Mestre dentro do barco e temeram;porque eles focalizaram mais na tempestade,na circunstância do que mesmo na presença de Jesus que tem em si o poder de fazer qualquer milagre acontecer.


Hoje isso continua acontecendo na vida dos cristãos que não consideram,não valorizam a presença do Espírito Santo dentro de si,e quando se levanta uma tempestade,uma circunstância,eles logo temem e entram em desespero deixando a água ou seja,a situação entrar no seu interior,abalando o seu emocional.
O que é um barco no meio do Oceano? Mas ele só afunda se a água entrar no seu interior. Estamos no mundo e mesmo passando por tempestades ou circunstâncias,elas só nos atingirá se deixarmos a situação entrar dentro de nós,na nossa alma;no nosso interior;se estivermos no lugar certo,em Deus,o nosso espírito descansará e a tempestade não entrará no nosso interior.
Precisamos conhecer e considerar Aquele que habita dentro de nós,no nosso interior.
Essa tempestade era para os próprios discípulos acalmarem,mas eles não tiveram fé o suficiente e foram acordar o Mestre para fazer alguma coisa.
Hoje diante de uma circunstância,nós cristãos temos o poder de acalmar toda e qualquer tempestade em nossa vida;porque o Espírito Santo está dentro de nós,Ele é a mesma força poderosa que ressuscitou Jesus dos mortos;temos a Palavra de Deus em nosso coração e na nossa boca,Palavra que trás em si o Espírito e a vida do próprio Deus.

(Isaías 55:11) Assim será a palavra que sair da minha boca;ela não voltará para mim vazia,antes fará o que me apraz,e prosperará naquilo para que a enviei.

A presença de Deus é capaz de transformar todo o cenário para dar um final feliz.
Isso nos faz lembrar de Jacó que quando fugia do seu irmão Esaú,pegou uma pedra no meio do deserto,e fez dela um travesseiro onde adormeceu e sonhou com uma escada que ligava o céu a terra e anjos subiam e desciam por ela. Ao acordar ele reconhece que Deus esteve naquele lugar,então ele pega a pedra  que lhe serviu de travesseiro,faz um altar e faz um pacto com Deus.

(Gênesis 28:10) Ver toda história...

Eu acredito que a pedra que serviu de travesseiro para Jacó,era na verdade,como ele se encontrava naquele momento,com a cabeça pesada,confuso,desconfortável com aquela situação,preocupado,solitário,desamparado no meio do deserto. Jacó deita numa pedra,mas durante o sono aquela pedra se transforma numa confortável almofada ou travesseiro por causa da gloriosa presença de Deus. ( O mesmo travesseiro que Jesus dormia durante a tempestade);Jacó acorda renovado,decidido e com fé pega a pedra e faz um pacto com Deus;que na verdade era exatamente o que significava a escada que ele sonhou ligando o céu a terra e anjos e descendo nela. Durante o sonho,ou a revelação de Deus melhor dizendo,Deus fez um pacto com Jacó e ao acordar,Jacó faz um pacto com Deus.
Quando o dia amanhece,não nasce apenas um novo dia,mas um novo homem,Jacó que seria futuramente Israel,um dos patriarcas,de onde sairía as doze tribos de Israel,homem ungido por Deus para cumprir o propósito de Deus na terra.
Jacó segue o seu rumo e a sua trajetória não é nada fácil,mas ele vence todas as dificuldades em sua vida por causa da sua aliança com Deus.
Quem tem uma aliança com Deus sempre vence.

Chega o momento de Jacó se encontrar com o seu irmão Esaú,antes desse encontro,Jacó fica durante a madrugada a sós com um anjo e luta até o amanhecer,aquela luta na verdade era uma preparação para o grande encontro entre os dois irmãos. Afinal,Esaú havia jurador matar Jacó.
Eu particularmente não vejo Jacó como um vilão da história,afinal ele botou preço no que ele valorizava e desejava para si,a bênção que o seu irmão tinha por direito;mas não valorizou,não considerou e na primeira oportunidade que teve trocou o espiritual pelo material para satisfazer um desejo temporário de sua carne.
Isso ainda acontece hoje,podemos ver cristãos trocando o sagrado pelo profano,o espiritual pelo material apenas para satisfazer os desejos momentâneo da carne. 
Jesus Cristo veio para o seu povo,mas os seus próprios irmãos de sangue o rejeitaram;mas,aqueles que reconhecem Jesus como o Messias,o Senhor e Salvador e o aceitam, tornam-se o seu povo,por causa da aliança que faz com Deus. 
Jesus estava entrando em Jerusalém no jumentinho e os religiosos estavam no muro das lamentações pedindo a Deus para enviar o Messias;o Messias estava entrando na cidade,a resposta da oração havia chegado,mas eles não consideraram por causa da "embalagem". Eles não podiam aceitar o Messias vir de uma família pobre de Jerusalém,o Messias ser filho de um carpiteiro José e Maria de Nazaré. 
Hoje precisamos considerar mais o conteúdo do que a embalagem,muitas vezes aquilo que pedimos a Deus,não chega na embalagem de presente que desejamos,mas possui o conteúdo que realmente necessitamos;podemos perder por não ver como Deus ver.
Jacó enxergou a bênção de Deus,mas Esaú não viu e não valorizou que Deus havia lhe dado.
A luta de Jacó durante toda a madrugada foi para tratar do caráter de Esaú para o encontro com Jacó ao  amanhecer.

(Gênesis 33:4) Porém Esaú saiu correndo ao encontro de Jacó e o abraçou;ele pôs os braços em volta do seu pescoço e o beijou.E os dois choraram.


Deus transforma o coração de Esaú para se encontrar com o seu irmão Jacó. Deus transforma o mal em bem...isso lembra a história de José do Egito,quando Deus transforma toda a circunstância contrária da vida de José em bem.

Gênesis 50:19) ...mas Deus mudou o mal em bem para fazer o que hoje estamos vendo,isto é,salvar a vida de muita gente.

José enfrentou com equilíbrio e sabedoria,uma grande tempestade em sua vida,a sua tempestade foi a mulher de Potifar,que todos os dias insistia para ir para cama com ele.

(Gênesis 39:10) Todos os dias ela insistia que ele fosse para a cama com ela,mas José não concordava e também evitava estar perto dela.

Diante dessa circunstância que se levantou para destruir o propósito de Deus na vida de José,a maneira de José falar para a sua tempestade,foi fugindo dela. A fé exige uma ação,ou você fala para a circunstância que se levanta para te destruir ou você foge dela para não cair. Quando a circunstância for relacionada a carne,a área sexual,não adianta falar para ela,mas correr,fugir da tentação.

José não deixou a "água" entrar no interior do seu barco,ou seja,nos seus sentimentos,na sua alma;ele pode até ter balançado,mas ele foi sábio,temente à Deus e equilibrado,não permitindo que os seus sentimentos fosse abalado. Quando deixamos a situação atingir a nossa alma,os nossos sentimentos,não tem mais jeito,já era...
José foi preso injustamente por falsa acusação,mas pela gravidade do caso ele poderia ter sido morto. Mas,por causa da sua atitude de não deixar a circunstância entrar no seu interior,Deus poupou a sua vida e da prisão ele foi cumprir o propósito de Deus como governador do Egito.


Diante das tempestades da vida,relaxe e durma no barco,descanse o seu espírito na Palavra de Deus;essa é a única forma de não deixar a circunstância atingir a tua alma,abalando os teus sentimentos,te deixando desesperado,sem saber o que fazer,ou até mesmo fazendo a coisa errada.
Fale a Palavra de Deus para a circunstância que ela desaparecerá.Se for na área sexual,fuja,corra da tentação. Não permita que a situação entre no seu interior.
Na tempestade da vida,você só tem duas opções:Entrar em desespero ao ponto de cometer uma loucura,ou relaxar e descansar na Palavra de Deus,abrindo a tua boca boca e falando para a tempestade...
Lembre-se um barco não significa nada na imensidão do oceano,mas,ele só afunda se a água entrar no seu interior...



Juciara Oliveira.
Derramando o bálsamo da Palavra de Deus no seu coração.

Apelo